fbpx

ICM delineia estratégias para alcance da meta de produção de cereais preconizada no PESOE 2024

0
148
  • Os dados contidos no Plano Económico e Social e Orçamento do Estado – PESOE, aprovado no ano passado, pelo Parlamento moçambicano indicam que o sector da agricultura espera produzir, durante este ano, mais de três milhões de toneladas de cereais.

As projecções do sector prevêem ainda a produção de oleaginosas, hortícolas, raízes e tubérculos, amêndoas, bem como, perto de seiscentos mil toneladas de leguminosas, entre outros.

Desta feita, o Instituto de Cereais de Moçambique – ICM está a delinear as linhas de intervenção para o alcance das metas preconizadas no Plano Económico e Social e Orçamento do Estado para o ano em curso, sobre a produção de cercais um pouco pelo país.

Para efeito, a instituição esteve, recentemente, reunida, sob lema “Fortalecer as parcerias e sinergias com os actores da comercialização agrícola rumo à dinamização da produção agrícola”, visando avaliar as acções estratégicas.

No quadro de acesso aos serviços de assistência técnica e extensão rural, o país espera contratar 455 extensionistas para assistir 1,2 milhão de famílias e integrar 455.463 a diferentes cadeias produtivas.

 Projecta igualmente, libertar quinze variedades de culturas de alto valor nutritivo e produtivo e resilientes às mudanças climáticas, produzir quinhentas toneladas de semente básica e certificar 15 mil toneladas de sementes.

Recordar que o Governo delegou ao ICM, a missão de garantir a coordenação geral do processo de comercialização, intervir como comprador de último recurso, assegurar a criação da reserva física alimentar, criar e promover condições de armazenamento de cereais e leguminosas nas zonas rurais.

 Deve igualmente promover parcerias e sinergias para o escoamento dos excedentes agrícolas e colaborar na coordenação da colocação, no mercado nacional e internacional, de cereais, leguminosas e outros produtos contribuindo deste modo para a estabilização dos preços.

De acordo com as estimativas para este ano, prevê-se em termos percentuais que a produção global aumente em 5,7%, alavancada pelos cereais, onde o volume previsto é de pouco mais de três milhões de toneladas.

SUBSCREVA O.ECONÓMICO REPORT
Aceito que a minha informação pessoal seja transferida para MailChimp ( mais informação )
Subscreva O.Económico Report e fique a par do essencial e relevante sobre a dinâmica da economia e das empresas em Moçambique
Não gostamos de spam. O seu endereço de correio electrónico não será vendido ou partilhado com mais ninguém.

Comentários