fbpx

Ouro sucumbe à realização de lucros após a recuperação impulsionada pelo emprego nos EUA

0
71

O ouro caiu nesta segunda-feira, 08 de Julho, com os investidores a reservarem lucros, depois de dados suaves sobre o emprego nos EUA terem alimentado os preços para uma alta de mais de um mês, com expectativas crescentes de que a Reserva Federal começará a cortar as taxas de juro em Setembro.

O ouro à vista caiu 0,9% para US$ 2.370,00 por onça a partir de 10:00 GMT, depois de subir para o seu nível mais alto desde 22 de Maio na sexta-feira, 05 de Julho. Os futuros de ouro dos EUA diminuíram 0,8% para US$ 2.377,50.

Os dados da semana passada apontaram para um afrouxamento do mercado de trabalho que mantém o banco central dos EUA no caminho certo para começar a cortar as taxas de juro em breve.

Os mercados estão actualmente a prever uma probabilidade de 74% de a Reserva Federal reduzir as taxas de juro em Setembro, bem como uma nova redução em Dezembro. 

“Não devemos esquecer que o ouro teve uma boa recuperação na sexta-feira, 08 de Julho, passada, portanto, alguma realização de lucros e um dólar mais forte após as eleições francesas estão a pesar sobre o ouro hoje”, disse o analista do UBS Giovanni Staunovo.

“As taxas de juros mais baixas dos EUA provavelmente apoiarão mais entradas em ETFs de ouro (fundos negociados em bolsa), que provavelmente têm espaço para empurrar o metal amarelo para US$ 2,600 / onça até o final do ano.”

Esta semana, o foco dos investidores estará no testemunho semestral do presidente do Fed, Jerome Powell, no Congresso, nos comentários de uma série de funcionários do Fed e nos dados de inflação dos EUA.

“Se tivermos outra surpresa negativa nos dados de inflação, que temos visto de forma bastante consistente nos dados dos EUA, então isso será um vento a favor do ouro “, disse Kyle Rodda, analista de mercado financeiro da Capital.com.

Por outro lado, o banco central da China, principal consumidor, absteve-se de comprar ouro para as suas reservas pelo segundo mês consecutivo em Junho.

“Os dados mensais baseados em relatórios do FMI não captam o quadro completo da actividade do banco central, por isso não ficaria surpreendido se os dados finais do Conselho Mundial do Ouro indicassem uma actividade sólida do banco central no segundo trimestre deste ano”, disse Staunovo da UBS.

A prata à vista caiu 0.9% para $ 30.94, a platina caiu 1.6% para $ 1,010.79 e o paládio caiu 2.6% para US$ 999.52.

SUBSCREVA O.ECONÓMICO REPORT
Aceito que a minha informação pessoal seja transferida para MailChimp ( mais informação )
Subscreva O.Económico Report e fique a par do essencial e relevante sobre a dinâmica da economia e das empresas em Moçambique
Não gostamos de spam. O seu endereço de correio electrónico não será vendido ou partilhado com mais ninguém.

Comentários