fbpx

Transporte marítimo mundial regista o maior salto desde 2010 após os ataques no Mar Vermelho

0
75

O aumento ocorre porque os navios tiveram de reencaminhar as suas viagens habituais ao longo de milhares de quilómetros à volta do corno de África para evitar o Mar Vermelho e o Golfo de Aden, onde os rebeldes Houthi do Iémen estão a atacar os navios.

Um indicador do transporte marítimo global está a caminhar para o seu maior salto anual desde 2010, depois de os ataques no Mar Vermelho terem obrigado os navios a percorrer distâncias mais longas.

A actividade de transporte marítimo medida em toneladas-milhas deverá registar o segundo maior aumento anual de que há registo, em resultado das perturbações geopolíticas no Médio Oriente e na Europa, segundo a Clarksons Research, uma unidade do maior corretor de navios do mundo.

O marcador, que multiplica o volume de carga transportada pela distância percorrida, está a caminhar para um aumento de 5,1% em relação a 2023, ou seja, 3,2 biliões de toneladas-milhas.

O aumento ocorre quando os navios tiveram de redireccionar as suas viagens habituais de milhares de quilómetros à volta do corno de África para evitar o Mar Vermelho e o Golfo de Aden, onde os rebeldes Houthi do Iémen estão a atacar navios. Estes incidentes intensificaram-se nas últimas semanas depois de o grupo ter conseguido afundar um navio utilizando um drone marítimo.

As distâncias mais longas são susceptíveis de significar más notícias para os esforços globais de redução das emissões de carbono. Ao mesmo tempo, “um início de ano encorajador” em termos de volumes de comércio é parte da razão pela qual as toneladas de milhas estão a subir, sugerindo que o aumento não está apenas relacionado com viagens mais longas, escreveu Trevor Crowe, analista da Clarkson.

O impacto da perturbação do Mar Vermelho nas toneladas-quilómetro foi sentido de forma mais aguda no transporte marítimo de contentores, com cerca de 690 navios a contornar actualmente o Cabo da Boa Esperança. A média dos trajectos do comércio marítimo aumentará 2,8% este ano, em comparação com 1,8% no ano anterior.

SUBSCREVA O.ECONÓMICO REPORT
Aceito que a minha informação pessoal seja transferida para MailChimp ( mais informação )
Subscreva O.Económico Report e fique a par do essencial e relevante sobre a dinâmica da economia e das empresas em Moçambique
Não gostamos de spam. O seu endereço de correio electrónico não será vendido ou partilhado com mais ninguém.

Comentários